quinta-feira, 25 de abril de 2013

Chutney de manda…


…e a dificuldade de fazer um agridoce com a fruta indiana do amor.

Será o amor o primeiro ingrediente? Bem, ele é o elemento primordial da vida, o certo é que apesar da pouca dificuldade em fazer este agridoce, ele é difícil de obter um resultado satisfatório.

Este agridoce é de origem indiana, é usado para acompanhar com carnes assadas ou grelhados, e é um dos principais símbolos da culinária indiana.

Uma lenda indiana conta que a primeira mangueira nasceu das cinzas de uma princesa, que foi queimada por uma feiticeira. O imperador se apaixonou pelas flores dessa mangueira e consequentemente por seus frutos. Quando a manga amadureceu e caiu no chão, a linda princesa emergiu de dentro da fruta. Por isso, a manga é considerada o símbolo do amor na Índia.

A qualidade da manga é essencial para o sucesso, mas a partir desta altura do ano não é difícil de encontrar com qualidade, ou seja, maduras e sumarentas.

Ingredientes.

420 gr de polpa de manga (manga limpa) cortada aos cubos médios, 120 gr de açúcar mascavado, 150 ml de vinagre de maça, 2 cm de gengibre, 1 dente de alho, 1 pau de canela, 2 cravos da índia, 1 colher de sopa de azeite, sal e pimenta moída de fresco ao gosto.

Refogar durante 2 minutos o alho e o gengibre, adicionar o vinagre, o açúcar, a manga, temperar e deixar levantar fervura. De seguida reduzir para lume brando e deixar cozer durante 50 minutos aproximadamente. Durante os primeiros 20 minutos tapado depois retirar o testo para que a calda engrosse.

Entretanto esterilizar um frasco ou dois para reservar o chutney. Este preparado rende 650 ml, dependendo da manga.
   

Sem comentários:

Enviar um comentário